#VC21   #CycleDiversity   #Velocity2021
cycle diversity
LISBOA 6-9 SETEMBRO 2021

Lisboa expande a sua rede de partilha de bicicletas

Blog Lisboa expande a sua rede de partilha de bicicletas
A EMEL estima acrescentar 700 bicicletas elétricas e instalar 80 estações à rede de partilha de bicicletas de Lisboa, GIRA, no primeiro semestre de 2021. 
A empresa de estacionamento e mobilidade de Lisboa (EMEL) informou, em dezembro do ano passado, ter aumentado a rede de ciclovias da cidade em mais 14 quilómetros, visando criar uma rede de 200 km até 2021. Em última análise, a EMEL pretende fornecer, a 93% da população, ciclovias a menos de 300 metros de casa. Atualmente, tal é apenas possível para 49% da população.

Durante este primeiro trimestre de 2021, a EMEL está a trabalhar na introdução de mais de 700 e-bikes adicionais à sua rede de partilha de bicicletas, a GIRA. Até agora, a rede conta com cerca de 600 bicicletas, tanto elétricas como mecânicas. Os utilizadores da GIRA poderão, em breve, escolher entre um total de 1300 bicicletas.

No próximo Verão, a EMEL está também a planear acrescentar 80 estações de partilha de bicicletas às 84 já existentes em Lisboa. De acordo com a EMEL, estas ambiciosas medidas irão impulsionar a mobilidade ativa e sustentável na capital portuguesa.  



Desde a sua introdução em 2017, as bicicletas GIRA foram utilizadas para 3,6 milhões de passeios, e estima-se que cerca de 300 toneladas de emissões de CO2 tenham sido poupadas, afastando-se de outros meios de transporte mais poluentes. Luís Natal Marques, Presidente da EMEL, está confiante no trabalho da EMEL para a população de Lisboa e acredita que contribuiu, ativamente, para a redução de 8,7% das emissões de CO2 em Portugal, tal como registado no Eurostat.

A EMEL está empenhada em investir numa cidade mais segura e sustentável para as gerações futuras, e Luís Natal Marques acredita ainda que a empresa alcançará a neutralidade carbónica até 2050.  

Por Nolwen Graver,
9 de Fevereiro, 2021

Fonte:
https://eco.sapo.pt/2020/12/30/lisboa-com-mais-700-bicicletas-eletricas-ate-final-de-marco-de-2021/